Trip Planner

Items Collected: 0

Plans Created: 0

Cerca de 95% do povo tailandês pratica a religião oficial da Tailândia - o Budismo Theravada, que é naturalmente baseado nos ensinamentos do Buda, "O Iluminado" (nee Siddhartha Gautama), e é uma religião tolerante e compassiva, cujo objetivo é o alívio do sofrimento, o que faz com que a tolerância religiosa seja habito na Tailândia, e protegida pela Constituição. O povo tailandês é muito respeitoso em relação as crenças religiosas e muito aberto a discutir seus valores budistas com os visitantes. Na Tailândia sempre há muitas oportunidades para visitar e conhecer templos budistas ou para estudar o budismo, e até mesmo aprender a meditar.

Na Tailândia, a religião está presente em muitos aspectos da vida cotidiana e monges mais experientes são altamente reverenciados: não é raro ver suas imagens adornando paredes de empresas ou residências, ou enfeitando algum táxi. Em muitas cidades e vilas, os terrenos próximos ao wat (Templo) são o coração da vida social e religiosa. Feriados budistas ocorrem regularmente durante todo o ano (particularmente em dias com luas cheias) e muitos tailandêses dirigem-se ao wat nestes e em outros dias importantes, para reverenciar Buda e dar esmolas aos monges a fim de obter méritos para si próprios.

A meditação, uma das principais práticas do budismo, é um meio de auto-reflexão, para identificar as causas da vontade individual e, finalmente, aliviar o sofrimento. Os visitantes podem aprender os fundamentos desta prática em vários wats espalhados por todo o Reino. Alguns templos, particularmente em Chiang Mai, permitem que os visitantes conversem com os monges para obter conhecimentos gerais sobre o Budismo ou para estudá-lo mais profundamente.

O budismo Theravada tecnicamente pode ser considerado muito mais uma filosofia do que uma religião (não há nenhum 'Deus'), e é repleto de crenças espirituais que seriam provavelmente resultado das crenças animistas e hindus dos séculos anteriores que persistiram na cultura. A maioria das casas tailandêsas e locais de negócios apresenta uma “casa dos espíritos” do lado de fora, onde são feitas ofertas para apaziguar espíritos, que caso contrário podem habitar suas casas ou locais de trabalho. Além disso, monges budistas são frequentemente levados para novos lares e empresas para 'abençoá-los', e o povo tailandês freqüentemente acende incenso e  ora para imagens de Buda e uma série de deuses hindus, cujos santuários estão localizados em toda Bangkok e também no interior.  

A segunda religião com mais adeptos  na Tailândia é o Islamismo, praticada por apenas cerca de 4% da população; a maioria dos muçulmanos tailandêses vive nas províncias mais ao sul, perto da fronteira com a Malásia. Além destas, também podemos encontrar na Tailândia adeptos do hinduísmo, confucionismo, taoísmo e cristianismo, que geralmente são praticados por aqueles que vivem em Bangkok, onde a população é multicultural, com cidadãos de ascendência indiana, chinesa, japonesa e européia.